Literatura‎ > ‎Obras de Ana Saraiva‎ > ‎

O azul, o sangue...


poderá ter sido um acaso,
Eva, Maria?
resgato-vos do céu
a pensar no mar de mil cores
e de dores esquecidas em porões calados
sepultadas no fundo de um mistério
porcelanas, sedas
pedras preciosas que ainda brilham
na dureza do tempo
caladas, vivas
húmidas
palavra e elemento
(vê, por favor, a união
rima-lhe amor em
ab
ba)
não terá sido um acaso
este titubear de tempos e modos
língua, ventre
húmidos
Eva, Maria
de que cor é o azul
o sangue do mar?

Autora: Ana Saraiva
Editado por: nicoladavid


Comments