"Tronos Sonoros"


O que ouço não é meu,

o que é meu não é daqui,

o que sinto faz-me ser,

ergue-me d’um chão morto.

 

O que escuto ignoro,

o que almejo não alcanço,

sou apenas este centro

de tronos sonoros,

nexo entre a matéria

e a figura, carência

de em ti vir a ser

possibilidade absoluta.


Autora: Ana Marques Gastão
Editado por: nicoladavid



Comments