"Adornos"


Valho-me de um ouvido

que quase não ouve

porque vê

em retrocedido olhar

do touro as asas.

 

Ó incorrupta voz

de suaves fragrâncias

e tons de cáscara,

não exasperado

é teu lugar de adornos.

 

Autora: Ana Marques Gastão
Editado por: nicoladavid




Comments