"Aquele Breve Instante"

As incoercíveis asas
Da ventura e do amor
Um instante passaram
No céu azul e fino,
Rentes, rentes de mim.
Sereno e descuidoso,

As vi partir, sabendo
Que não voltavam mais.


Vão de mim distantes.
Mas, do tempo, sustive
Aquele breve instante

Da apolínea manhã,
Em que incoercíveis asas
De ventura e de amor,
N o céu azul e fino
Voaram sobre mim.


Autor: Américo Durão
Editado por: nicoladavid

 

Comments