Sete Dores

 

Em teu louvor, Senhora, estes meus versos,

E a minha Alma aos teus pés para cantar-te.

E os meus olhos mortais, em dor imersos,

Para seguir-te o vulto em toda a parte.

 

Tu que habitas os brancos universos,

Envolve-me de luz para adorar-te,

Pois evitando os corações perversos

Todo o meu ser para o teu seio parte.

 

Que é necessário para que eu resuma

As Sete Dores dos teus olhos calmos?

Fé, Esperança, Caridade, em suma.

 

Que chegue em breve o passado derradeiro:

Oh! dá-me para o corpo os Sete Palmos,

Para a Alma, que não morre, o Céu inteiro!

Autor: Alphonsus de Guimaraens (1870-2001)
Editado por: nicoladavid

Comments