No Álbum De Um Amigo


Nos vales do desterro são colhidas

Estas singelas, desmaiadas flores

Que por mãos da Saudade vão tecidas

Cos acerbos espinhos de suas dores:

Mas doce esp'rança as leva oferecidas

Ao casto altar dos conjugais amores:

E ai, morta a Saudade na ventura,

Os espinhos cairão – Amor o jura.

 

Autor: Almeida Garrett (1799-1854)
Editado por: nicoladavid



Comments