Por causa do mundo curvo

 

Eis aqui o que procuro

Ter eu amor do passado

Com a paixão do futuro

Mas há remédio bem simples

Para não ser inseguro

É amar vida sem tempo

O seja o presente puro.


Autor: Agostinho da Silva (1906-1994)
Editado por: nicoladavid

Comments