O Amor

 

O Amor, O puro amor profundo, seja aqui, seja agora,
Seja tudo - mundos se dissolvem em seu 
inox brilho sem fim,
Frágil folhas vivas queimam com o seu brilhante
que os olhares frios -
Faça-me o teu servo, sua respiração, o seu núcleo.

 

Autor Jalaluddin Rumi (1202-1273)
Editado por: nicoladavid

Comments