Arquejo

 

Comoção de Minha Alma iluminada...

Maturidade esplêndida do Amor...

...Para quê? é-me inútil a escalada

e já descri de ser o vencedor.

Desfeito o altar, por que manter a escada?

Meu destino é de chamas e esplendor,

mas olho em derredor, não vejo nada,

senão a minha Sombra e a minha Dor!

A minha Dor - essa imortal ruína;

a minha Sombra - essa espiã divina,

e a minha Solidão, em torno a mim:

e esta desilusão, e esta saudade,

e esta mentira de celebridade,

e este cansaço de esperar o fim. . .

Autor: Hermes Fontes (1888-1930)
Editado por: nicoladavid

Comments