"Responsabilidades"


Ah, o país dos poetas! Quanto mais

improvável aqui, no pobre agora

dos desastres morais, quanto mais fora

das probabilidades do fugaz,

quanto mais sujo, mais doente, mais

esquecidiço, quanto mais demora

a aparecer esse país, a hora

de defender-lhe as torres ancestrais,

as coisas que fundaram esta linguagem,

ou a replantaram aqui nesta paisagem

insultada mas certa do que é,

a hora de erigir-se alguma fé

faz-se mais clara e cheia de coragem

que obriga a não ceder, a fincar pé!

 

Autor: A. Bruno Tolentino  (1940-2010)
Editado por: nicoladavid



Comments